Blog

Maior complexo de energia solar do mundo no RN

Voltalia dá início a construção do maior complexo de energia solar do mundo no RN

A Voltalia começou a construção da maior usina de energia solar do mundo. Serão duas usinas localizadas no RN que fazem parte do Complexo Serra Branca, com capacidade total de 2,4 GW

O RN ganhou destaque nos últimos dias no mapa mundial de energia solar. A empresa Voltalia, da França, deu início à construção da usina Solar Serra do Mel 1 e Solar Serra do Mel 2, que juntas somam uma capacidade de 320 MW. Os projetos da Voltalia fazem parte do Complexo Serra Branca, o maior empreendimento de energia solar e eólico do mundo, que quando finalizado contará com uma capacidade instalada de 2,4 GW com parques de energia eólica já em atividade e vários MW ainda em desenvolvimento.

Voltalia investe em treinamento e capacitação de mais de 80 pessoas no RN para futura contratação da mão de obra local

O projeto do maior parque híbrido na região do RN é tão grande que foi necessário desenvolver o projeto TRANSFORMANDO COM ENERGIA: Programa de Treinamento e Capacitação da Voltalia, para promover o desenvolvimento local nas regiões que a companhia se encontra presente.

O projeto foi inaugurado em agosto deste ano, com o início do curso de Qualificação Profissional para Montador de Sistemas Fotovoltaicos, em parceria com a CWSE Brasil Company.

O curso é gratuito, destinado a moradores da Serra do Mel – RN e com duração de 3 meses, com aulas teóricas, práticas e um programa específico de HSE.

As aulas são presenciais e seguem todos os protocolos de saúde e segurança, com testes a cada 15 dias em todos os participantes, incluindo professores e alunos.

Ao final do curso, os alunos formados receberão um certificado que visa não somente qualificar profissionalmente os moradores da região para futuras vagas em obras dos empreendimentos da Voltalia, mas também para o mercado de trabalho.

Cinco contratos de longo prazo

De acordo com a Voltalia, o comissionamento das duas usinas de energia solar no RN ocorrerá no primeiro semestre do próximo ano. Os projetos já possuem cinco contratos de venda a longo prazo, com empresas como Braskem e Copel.

As usinas solares e eólicas estão sendo construídas entre os municípios de Areia Branca (RN) e Serra do Mel (RN), localidades estratégicas e bastante conhecidas por possuírem ótimas condições em energia solar e ventos fortes para energia eólica.

De acordo com Robert Klein, presidente da Voltalia no Brasil, as duas fontes de energia se complementam, uma vez que a produção eólica ocorre com predominância durante à noite, e a solar durante o dia, sendo assim, esse modelo de complexo híbrido aproveita a sinergia das fontes e compartilhamento da mesma estrutura de escoamento de energia para criar projetos mais rentáveis e competitivos.

Voltalia gera oportunidades e empregos

Usina eólica serra do MEL 01

Além de desenvolver projetos de usina de energia solar e eólica, como o projeto do RN, a empresa também contribui na geração de cursos para capacitar futuros colaboradores. No mesmo estado foram abertas vagas em cursos gratuitos em Serra do Mel, para gerar emprego na futura usina de energia solar da empresa. No mês de agosto, a Voltalia abriu um edital para várias vagas em cursos gratuitos na Bahia em parceria com o Senai.

A intenção destas oportunidades eram gerar mão de obra nos municípios de Jeremoabo e Canudos para sua usina eólica e futuras oportunidades de emprego no segmento de construção civil.

De acordo com Klein, a empresa atua de forma séria para impulsionar a economia, renda, desenvolvimento local e também afirma que é preciso unir as forças, como a parceria com o Senai. As qualificações não buscam apenas ofertar qualificação profissional aos residentes para futuros projetos da Voltalia, mas também para todo o mercado de trabalho futuro no mercado das energias renováveis.

Conheça melhor a Voltalia

Fundada em 2005, na França, a empresa é uma produtora de energia e prestadora de serviços. A companhia oferece soluções de energia renovável e trabalha ativamente para auxiliar seus clientes a fazerem parte da transição energética e ecológica que ocorre em todo o mundo.

Ao total, a empresa da França possui mais de 1 GW de energia em operação e mais 2.8 TWh de energia limpa produzida. Além disso está presente em 20 países em 4 continentes e para que isso seja possível, a empresa conta com mais de 1 mil colaboradores empenhados a contribuir com a sustentabilidade.

Como Funciona a Energia Solar

Entender detalhadamente como funciona a energia solar é um importante requisito para a aquisição ou montagem de um sistema de geração de energia solar. Este artigo contém uma série de informações de como funciona a energia solar e pode lhe guiar na escolha da melhor opção para sua residência ou empresa.

A energia solar vem sendo utilizada em residências, comércios, indústrias, em áreas rurais e na geração de energia elétrica por meio de usinas solares, sendo uma ótima opção para economia na conta de luz, além de ser uma energia alternativa, renovável e limpa.

A energia solar funciona a partir de placas solares que captam luz, empregando o calor dos raios solares para geração de eletricidade (em sistemas de energia solar fotovoltaica e energia heliotérmica) ou aquecimento de líquidos (energia solar térmica).

Existem 3 tipos de energia solar: a energia solar fotovoltaica, a energia solar térmica e a energia heliotérmica. Cada uma atua de uma forma diferente.

A energia solar fotovoltaica funciona por meio do efeito fotovoltaico, gerando eletricidade; a energia solar térmica utiliza o sol como fonte de energia para aquecer líquidos; a energia heliotérmica também aquece líquidos e utiliza o vapor gerado para mover turbinas.

O funcionamento de sistemas de energia solar fotovoltaica utiliza painéis solares que captam a luz e geram, pelo efeito fotovoltaico, correntes elétricas contínuas, que são convertidas para correntes alternadas pelo inversor solar. Dessa forma, a eletricidade está pronta para ser distribuída no local, gerar créditos de energia ou ser armazenada.

Como é o funcionamento do efeito fotovoltaico?

O funcionamento da energia solar fotovoltaica é baseado no fenômeno que ocorre quando partículas de luz solar (fótons) colidem com os átomos de silício presentes no painel solar, gerando um deslocamento dos elétrons, que cria uma corrente elétrica contínua, chamada de energia solar fotovoltaica.

Como funciona a energia solar fotovoltaica?

O esquema de funcionamento do sistema de geração de energia elétrica solar fotovoltaica baseia-se na utilização de painéis solares que captam a luz e, por meio do efeito fotovoltaico, geram energia elétrica, que é convertida pelo inversor solar, de corrente contínua para alternada, e, então, a eletricidade é distribuída.

Existem 3 formas de funcionamento de um sistema de energia solar fotovoltaico, que varia pelo tipo de sistema instalado:

  • sistema de energia solar conectado à rede (on-grid);
  • sistema fotovoltaico isolado ou autônomo (off-grid);
  • sistema de energia solar híbrido.

Podemos diferenciar o funcionamento de sistemas fotovoltaicos a partir do seu modo de operação, já que o sistema on-grid atua com a inserção de energia diretamente na rede elétrica, enquanto o sistema off-grid funciona por meio de baterias que armazenam eletricidade. Já o sistema híbrido tem sua operação de modo simultâneo, entre on-grid e off-grid, fazendo com que seu trabalho ocorra conectado à rede, enquanto o banco de baterias está carregando, e vice-versa.

Como funciona o sistema fotovoltaico conectado à rede?

Veja o esquema de funcionamento do sistema de energia solar:

  1. O Painel Solar gera a energia solar fotovoltaica
  2. O Inversor Solar converte a energia solar para a sua casa ou empresa
  3. A Energia Solar é distribuída para sua casa ou empresa
  4. A Energia Solar é usada por utensílios e equipamentos elétricos
  5. O excesso de energia vai para a rede da distribuidora gerando créditos

Energia Solar Fotovoltaica: Como Funciona?

O Painel Solar gera a energia solar fotovoltaica

O Painel Solar reage com a luz do sol e produz energia elétrica (energia fotovoltaica). Os painéis solares, instalados sobre o seu telhado, são conectados uns aos outros e então conectados no seu Inversor Solar:

O Inversor Solar converte a energia solar para a sua casa ou empresa

Um inversor solar converte a energia solar dos seus painéis fotovoltaicos de corrente contínua (CC) para corrente elétrica alternada (CA). Ou seja, o inversor transforma a corrente em energia elétrica que pode ser usada em sua casa ou empresa para a TV, computador, máquinas e qualquer equipamento elétrico que você precise usar.

A Energia Solar é distribuída para sua casa ou empresa

A energia elétrica que sai do inversor solar vai para o seu “quadro de luz” e é distribuída para sua casa ou empresa.

Como esta energia é gerada por você, não haverá custo na utilização desta. Portanto, é possível reduzir a energia que você compra da distribuidora.

Porém, é importante ressaltar que cada distribuidora de energia tem as suas regras e as exigências para conectar o seu sistema de energia solar fotovoltaica na rede elétrica. Por isso é importante você solicitar orçamentos de empresas experientes que possam ir até o seu local para fazer uma avaliação e lhe passar um orçamento fechado para o seu sistema fotovoltaico.

A Energia Solar é usada por utensílios e equipamentos elétricos

A energia solar pode ser usada para TVs, Aparelhos de Som, Computadores, Lampadas, Motores Elétricos, ou seja, tudo aquilo que usa energia elétrica e estiver conectado na tomada.

O excesso de energia vai para a rede da distribuidora gerando créditos!

Após a instalação do seu sistema de energia solar, o seu relógio de luz antigo vai ser substituído por um relógio de luz novo que é “bidirecional” (mede a entrada e a saída de energia).

Esse relógio de luz mede a energia da rua que é consumida quando não tem sol e a energia solar gerada em excesso quando há uma produção maior que o consumo e é injetada na rede da distribuidora.

A energia solar que vai para a rede vira créditos de energia. Os Créditos de Energia são medidos em kWh. Para cada kWh gerado em excesso pelo seu sistema solar fotovoltaico você recebe 1 crédito de kWh para ser consumido nos próximos 60 meses.

Desta forma, no final do mês quando você receber a sua conta de luz, você vai ver quanto de energia consumiu da rede e quanta energia injetou na rede. Se injetar mais na rede do que consumiu, você terá créditos de energia, garantindo mais economia na sua conta de luz.

Em outras palavras: você produz energia limpa com a luz do sol e reduz a sua conta de luz!

Como funciona o sistema fotovoltaico off-grid?

No funcionamento de um sistema autônomo, como o off-grid, não é necessário o contato com a rede elétrica. Portanto, o sistema fotovoltaico realiza o abastecimento de energia para os aparelhos domésticos e eletrônicos de forma direta em um local específico.

Aliás, é possível utilizar o sistema off-grid para a geração de energia em locais remotos, visto que, para muitas pessoas, é a maneira mais econômica e simples de gerar energia elétrica por conta de dificuldades de abastecimento na região. Desse modo, a energia gerada é armazenada em baterias instantaneamente e garante o abastecimento em períodos nos quais a luz solar está ausente.

Como funciona o sistema fotovoltaico híbrido?

O sistema fotovoltaico híbrido solar opera a partir da conexão com a rede, mas, também, está conectado diretamente às baterias. Sendo assim, ambos os inversores são alimentados pelo banco de armazenamento, atuando isoladamente enquanto um dos tipos de geração de energia (on-grid e off-grid) estiver desconectado.

Neste sentido, se houver uma queda de tensão na rede elétrica, o sistema off-grid atuará na alimentação das cargas, a fim de manter o funcionamento de energia no imóvel.

Como funciona a energia solar térmica?

A energia solar térmica funciona captando o calor do sol a partir de placas solares e aquecendo um líquido presente em suas tubulações, que é transportado para o acumulador solar, responsável por aquecer a água para utilização, por exemplo, em chuveiros.

A energia solar térmica pode ser aproveitada em usinas térmicas de diversas maneiras, como na produção de bagaço de cana de açúcar e de cascas de cereais. Sua operação, é realizada da seguinte forma:

  1. A luz do sol é captada por meio dos painéis solares e aquece o líquido do interior;
  2. O líquido é transportado para o acumulador solar;
  3. A água armazenada no acumulador solar é aquecida e distribuída para utilização.

Em situações em que há pouca radiação solar (como em dias chuvosos), o sistema conta com um aquecedor à gás para aquecimento.

Créditos: portalsolar

Vantagens e Desvantagens da Energia Solar

Vantagens e desvantagens

A energia solar é considerada uma fonte renovável de energia, já que é obtida por meio de uma fonte inesgotável: o Sol. Apesar de apresentar inúmeros benefícios para o meio ambiente, o uso dessa fonte energética apresenta também algumas desvantagens. Observe o quadro abaixo:

Vantagens Desvantagens
Fonte renovável e inesgotável de energia. Para ser fabricado, um painel solar consome grande quantidade de energia, que, às vezes, é maior do que a própria energia gerada por ele.
Não poluente. Preços elevados em relação à produção de energia por meio de fontes não renováveis.
Exige pouca manutenção em suas centrais de produção. Produção variável de acordo com as condições atmosféricas.
Painéis solares cada vez mais eficientes e com custos cada vez mais baixos. Durante a noite, a energia solar não é produzida.
Fonte de energia viável para lugares afastados e de difícil acesso, visto que não necessita de grandes investimentos na manutenção de equipamentos. Regiões localizadas em latitudes médias/altas produzem pouca energia durante o inverno.
Excelente fonte de energia para países tropicais, como o Brasil, cuja radiação solar costuma ser intensa durante boa parte do ano. O armazenamento desse tipo de energia é pouco eficiente se comparado à energia hidrelétrica, aos combustíveis fósseis e à biomassa.
Requer áreas menos extensas para ser produzida. Requer um sistema eficiente de armazenamento.

Energia solar no Brasil

O Brasil foi o primeiro país subdesenvolvido a fabricar células fotovoltaicas. Por estar localizado próximo à Linha do Equador, uma região de alta incidência solar, o país conta com um cenário extremamente favorável para a geração energética a partir da energia solar. Além disso, é abundante em silício, matéria-prima usada para fabricação das células fotovoltaicas.

Atualmente, o Brasil possui cerca de 30 mil geradores de energia fotovoltaica. De acordo com a Abrava (Associação Brasileira de Refrigeração, Ar-Condicionado, Ventilação e Aquecimento), existem no país cerca de 500 mil coletores solares residenciais. A previsão é de que Brasil fechará o ano de 2018 com uma capacidade instalada de energia solar próxima aos 2,5 gigawatts, eficiência cerca de 115% maior em relação ao ano anterior.

No país, há ainda alguns projetos a respeito da geração da energia heliotérmica, principalmente na região Nordeste. Em 2010, o Ministério de Minas e Energia e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação iniciaram um acordo para a construção de plataforma de pesquisa em Petrolina, Pernambuco, com o objetivo de introduzir a energia solar no mercado brasileiro.

Créditos: uol.com.br

X